5 cantoras que provam: o funk também é lugar de mulher

O funk ainda é um movimento cultural, advindo da periferia, predominantemente masculino. Prova disso são as letras extremamente machistas e misóginas de alguns dos maiores hits do gênero, aceitas pela sociedade e reproduzidas normalmente – inclusive por mulheres. É comum ver a imagem feminina ser sexualizada, difamada e ridicularizada.

+ Os 6 funks mais escutados em Junho 2017

Em contrapartida, o número de cantoras do ritmo que alcançaram o sucesso nunca foi tão grande. O movimento “girl power” também tomou conta do ritmo. As artistas lutaram para garantir o espaço que têm hoje no cenário musical. Listamos cinco funkeiras que vieram para provar que lugar de mulher é onde ela quiser, inclusive no funk.

5. Tati Zaqui

Tati Zaqui surgiu em 2014 e tem vários hits

A jovem, de apenas 23 anos, surgiu em 2014 com a música “Parara Tibum” e, desde então, teve outros hits como “Água na Boca” e “Rebelde e Abusada”. Tati tem mais de 1,6 milhões de inscritos no Youtube e seus clipes mais famosos possuem, juntos, 100 milhões de visualizações.

o número de cantoras de funk que alcançaram o sucesso nunca foi tão grande

4. Valesca 

Valesca é um dos primeiros nomes femininos de sucesso do funk

Da putaria ao pop funk. Da Gaiola das Popozudas a uma consolidada carreira solo. Valesca passou por diversas fases. Cresceu, evoluiu e hoje coleciona fãs por todo o Brasil, além de ter se tornado um ícone feminino do gênero. Seu maior sucesso, “Beijinho no Ombro”, tem mais de 77 milhões de visualizações e não tem um brasileiro que não conheça.

3. Mc Carol

Mc Carol conquista o público e quebra padrões

Além de uma cantora de sucesso, Carol combate a gordofobia e vai contra os padrões estéticos. Com letras que unem o humor, a valorização feminina e até mesmo o feminismo, ela ganhou espaço – principalmente na internet – com seu jeito polêmico e irreverente.

as artistas lutaram para garantir o espaço que têm hoje no cenário musical

2. Ludmilla

Ludmilla ganhou espaço ao aderir ao pop funk

Conhecida inicialmente como Mc Beyoncé, por causa da admiração pela cantora, Ludmilla ganhou espaço ao deixar de lado o funk ostentação e aderir ao pop funk. Ela coleciona diversos hits e soma mais de meio bilhão de visualizações em seu canal, no Youtube.

1. Anitta

Anitta é um dos maiores nomes da música brasileira

Anitta dispensa apresentações. A cantora, que estourou em 2013 com “Show das Poderosas”, é um dos principais nomes da música brasileira atualmente. Reconhecida internacionalmente, ela já fez parcerias com diversos artistas internacionais e, recentemente, lançou até um single em espanhol, “Paradinha“.